Feeds:
Posts
Comentários

Posts com Tag ‘Kits de Natal’


         Kits de natal, imperdível promoção de Paul Bur, novidades na Vinci com Dólar especial, evento em Porto alegre, sempre interessantes informações sobre compras e atividades a conferir.

Veuve Paul Bur Brut por apenas R$32,67 – Já tinha dado esta bela dica a semana retrasada, mas achei que a oportunidade merece um destaque especial e o meu amigo Daniel vai adorar. Entre os TOP 20 do meu Grande Desafio de Espumantes e uma das melhores relações custo x beneficio. Só na Zahil.

algums outros rótulos, dos que estão em oferta e recomendo como ótimas dicas de compra são:

  • Domaine Conté Secleccion de Barricas Carmenére por R$32,00
  • Vila Regia Douro tinto por R$32,00
  • Cotes du Rhone Domaine la Soumade por R$69,00
  • Promoção compre dois e leve três do Tosca Chianti Colli Senesi 2006 (grande safra) que sai por R$39,33 a und.
  • Promoção compre dois e leve três do Le Orme Barbera d’Asti 2006 que sai por R$52,66 a und.

 

Vinci, Novidades com Dólar a R$1,49 – a Sofia, assessora de imprensa da Vinci, me envia esta comunicação que acho ser de interesse de muitos já que; melhores vinhos por melhores preços é essencial a nós apaixonados enófilos. A  importadora  acaba de lançar seu novo catálogo de vinhos e traz grandes lançamentos da Europa com dólar a R$ 1, 49 (vinhos acima de US$30 e algumas exceções – confira no site) até o final de ano além de novos vinhos de produtores já consagrados no Brasil. Entre as novidades, dois produtores da Itália. A Tenuta Fontodi é unanimidade na região de Chianti Classico, elaborando alguns dos melhores e mais emblemáticos vinhos da Toscana, seus rótulos de pequena produção colecionam prêmios da imprensa especializada, como 17 “tre bicchieri” acumulados no guia Gambero Rosso e 99 pontos da Wine Spectator para a última safra avaliada do supertoscano Flacianello, um vinho “sem palavras”, segundo a publicação.  O Chianti Classico 2006 recebeu 91 pontos de Robert Parker, mesma pontuação concedida pela Wine Spectator na safra 2007. O sofisticado Syrah Case Via 2006 (94 pontos de Robert Parker), obteve nota 95 da Wine Spectator, que descreveu o tinto como “maravilhoso e cheio de sabor”. Já o Vigna del Sorbo — ícone de Chianti Classico na atualidade — arrematou 95 pontos de Robert Parker na safra de 2006, confirmando a fama de um dos melhores vinhos de toda a Itália.

              O outro novo produtor italiano, Cavallotto, vem do Piemonte, onde elabora vinhos que combinam o melhor do estilo tradicional  — como fermentação em grandes “botti” de carvalho da Eslovênia — com técnicas modernas, garantindo vinhos clássicos, cheios de finesse e equilíbrio. O sofisticado Barolo Bricco Boschis mostra “fantástico equilíbrio e profundidade” para Robert Parker, que classificou a safra de 2005 com (90-93) pontos. O Gambero Rosso concedeu os máximos “tre bicchieri” ao Barolo e a “estrela de excepcional relação qualidade/preço” a três vinhos do produtor em 2009. O refinado Barbera d’Alba Bricco Boschis Cuculo, elaborado com uvas de vinhedos de mais de 50 anos de idade, é fresco, equilibrado e elegante, perfeito para acompanhar comida. O Dolcetto d’Alba Scot é um dos raros de vinhedo único, mostrando boa complexidade em um conjundo macio e de grande apelo. Segundo Robert Parker, “os preços dos vinhos de Cavallotto são bastante justos e os enófilos deve correr para comprar estas verdadeiras pechinchas”.

             Da região de Cahors, na França, chega o Château de Mercuès, com moderníssimas caves instaladas sob um dos mais belos castelos do séc XIII no sul da França. O Château dá origem a alguns dos mais surpreendentes vinhos do país elaborados com a casta Malbec, em um estilo bastante distinto do argentino. Os vinhedos, cultivados desde a época dos romanos, foram remodelados na década de 80, com plantações 65% mais densas que o padrão da região, o que dá origem a menor produção e uvas mais concentradas, perfeitamente maduras.

            Da Espanha, também chegam dois produtores. De extraordinário prestígio e fama quase mítica no sul do país, o Jerez La Ina produz vinho de grande elegância e tipicidade. Classificado com 94 pontos do Guía Peñin 2009 — que concedeu as máximas cinco estrelas pela excepcional relação qualidade/preço do Fino La Ina — o vinho foi descrito como “expressivo, rico, complexo e equilibrado”, um grande achado e uma das maiores pechinchas entre os vinhos espanhóis.  O denso Oloroso Río Viejo foi classificado com 92 pontos, com destaque para as “ótimas notas de Solera” do vinho. O Amontillado Botaina também foi muito elogiado, mostrando “muito equilíbrio e notas de frutas secas”. Os três vinhos foram classificados para o cobiçado “Pódio” dos melhores vinhos de Jerez do Guía Peñin, um feito impressionante. O rico Viña 25, um dos vinhos de sobremesa mais versáteis do mercado, é uma das maiores referências em Pedro Ximénez, mostrando grande complexidade. Os Jerez, secos e doces, são surpreendentes, combinando muito bem com a nova cozinha molecular e com inúmeros outros pratos.

              Da região de La Mancha, a novidade é a vinícola Mano a Mano, que em pouco tempo de existência se tornou uma verdadeira referência espanhola de um vinho delicioso e com excelente relação qualidade/ preço. O tinto é elaborado com uvas Tempranillo de vinhedos próprios e maturado seis meses em barricas de carvalho. Foi apontado por Robert Parker como uma das melhroes pechinchas da Espanha e recebeu 88 pontos do crítico na safra de 2007. Saboroso e cheio de fruta madura, é um vinho fácil de gostar, com um inegável acento espanhol.

OUTRAS NOVIDADES – Além das novas vinícolas, o catálogo de final de ano da Vinci também traz novos vinhos de produtores já conhecidos no mercado brasileiro. Um deles é o Sasso Al Poggio IGT 04 da italiana Piccini, um dos supertoscanos de melhor relação qualidade/preço da atualidade. Com 90 pontos da Wine Specator nas safras de 2004 e de 2005, o vinho é uma cativante combinação de Sangiovese, Merlot e Cabernet Sauvignon, descrito como “cheio e sedoso, com taninos que acariciam o palato” pela Wine Spectator.

           A espanhola O. Fournier lança Fournier 2004, uma obra prima de minúscula produção, que já se tornou um “novo clássico” entre os maiores da Espanha. Na safra de 2004, recebeu 95 pontos da Wine Spectator, que elogiou a combinação de “potência com um toque sedoso”. Um vinho de “soberba concentração” para Robert Paker, promete ser um dos mais cultuados rótulos da coleção de prestígio de O. Fournier.

APROVEITANDO – já que você vai fuçar por lá, minha dica especial é o excelente espumante Brédif Vouvray Brut, campeão do Grande Desafio de Espumantes tendo superado alguns bons Champagnes, sendo escolhido como melhor compra pela banca de degustadores devido seu ótimo preço, ao redor de R$86,00, um verdadeiro achado.

 

Chez Philippe e Maria Amélia juntos numa Tour de France – será dia 17 em Porto Alegre. Mais um evento para os amantes da enogastronomia que estejam por lá nesse dia.

 

Kits e cestas na Portal dos Vinhos – quase todas as lojas aproveitam esta época do ano para montar seus kits e cestas típicas da época. A Portal dos Vinhos não ficou para trás, eis algumas sugestões:

 

Melipal Malbec 2006 - esta é mais uma dica pessoal de um Malbec de primeira linha com um preço bastante convidativo. É um vinho que me agrada muito e que, lamentavelmente, deixará de ser importado pela Wine Company neste final de ano e meu amigo Santiago (gerente da Bodega) ainda não se definiu quanto a que caminho seguir. Uma pena, pois acho que este vinho produzido com uvas de vinhedos com cerca de 90 anos de idade localizados em Agrelo, uma das melhores regiões de Mendoza, é um achado pelo preço e tem sido alvo de diversos comentários aqui no blog. Por sinal, o Rosé também é muito bom. Pela mensagem que o Santiago me enviou, este vinho está entre os vinhos mais vendidos nos Estados Unidos pela maior loja virtual de lá, a wine.com. Vejam a lista completa e outros comentários aqui, mas não deixe de aproveitar esta dica, um belo vinho! Liguem para a Wine Company e aproveitem que ainda há garrafas disponíveis a R$55,00 e façam seu estoque, eu certamente o farei.

 

Kylix – Promoção em diversos rótulos, coisa que o Simon tem sempre na manga para atrair e fidelizar sua clientela, dos quais destaco dois que acho uma ótima pedida.

  • Ochotierras Gran Reserva Syrah 2005 (RP 91) - Envelheceu 12 meses em barricas francesas. Surpreende a elegância e potência deste rótulo. Os aromas de frutas negras, violeta e cacau são evidentes, no paladar o Syrah Gran Reserva é longo e concentrado, porém um pouco alcoólico devido à alta graduação. Recomenda-se harmonizar este vinho carnes de caça e grelhados.  Vinho de cor vermelho profundo com reflexos violetas. Predominam os aromas a frutas vermelhas framboesas que se completam com notas de frutos secos e chocolate. De R$ 85,70 por 79,00 e se comprar 6 garrafas fica em R$68,00 und.
  • Vila Antinori Toscana IGT 2004 (grande safra) de Marchese Antinori (ITA) – blend de  60% Sangiovese, 20% Cabernet Sauvignon, 15% Merlot e 5% Syrah, é um vinho de cor vermelho rubi intenso. Aromas de frutas vermelhas que lembram mirtilos e amoras, e notas de baunilha resultantes do processo de envelhecimento em madeira.  No paladar, é encorpado, com taninos macios e um final com notas de frutas vermelhas. De R$95,00 está por R$89,00.

Por hoje é isso, salute e kanimambo.

Read Full Post »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 680 outros seguidores